As Babies frequentemente reclamam que é difícil achar um Dad de verdade, ocorre que eles existem aos montes. A lei da oferta e da procura é desfavorável para as mulheres no mundo Sugar! Há sempre mais Babies do que Dads, portanto como agarrá-los?

Homens bem sucedidos tem do bom e do melhor facilmente, mas no campo afetivo nem sempre esse vazio é preenchido. Muitos foram criados por babás, portanto não tiveram a mãe a disposição o tempo todo, ou já tiveram namoradas finas e que não faziam questão de mimar alguém, afinal quem tem tudo, não se doa facilmente porque não precisa.

Se os dois tem tudo, a guerra de Ego está lançada. Relacionamentos de ricos e famosos acabam num piscar de olhos e a razão é essa: os dois não precisam estar ali. Na relação Sugar cria-se a necessidade, elemento fundamental para duas pessoas pensarem muito antes de terminarem. As mulheres precisam de um homem bem sucedido que fará toda a diferença nas suas vidas, mas esses homens precisam ser mimados.

No filme 50 tons de cinza, (há fetiche SDBM, o que é raro no mundo Sugar) o personagem Christian tem questões afetivas, ele opta por não se apegar, quando uma mulher, Anastasia (ele pode ter a que quiser) desperta o afeto nele, ele passa a viver por ela. A personagem é pura, delicada, olha nos olhos, demonstra admiração por tudo que ele faz, toca o rosto dele, sussurra…já vi uma Baby relatar que ao dormir com o Dad, acordava antes e trazia café com leite para ele, fez disso um hábito. Ele acabou confessando: “só você faz isso por mim.” Preciso dizer que ela se deu bem?

Se mulheres jovens e bonitas são numerosas, as que tem os macetes dos mimos, dos agrados, das delicadezas, ah, essas são raras.

Faça um chaveiro com as iniciais dos dois, se preocupe com algo que ele gosta de comer, deixe o remédio e a água ao lado da cama dele, afinal você não oferece só um rosto nem só um corpo, porém você quer o afeto e o bolso!

Um combo de vantagens que precisa ser cozinhado em banho-maria.

 

2018-06-19T22:43:06+00:00

Leave A Comment